Compliance – Auditoria Digital das Escriturações

Compliance - Auditorial Digital
Blog Aliado / Blog Aliado / Blog do Parada

Compliance – Auditoria Digital das Escriturações

Há algum tempo, falar sobre Auditoria Digital poderia remeter a um trabalho desnecessário e de valores muito elevados. A maioria das empresas achava que os trabalhos de auditoria “tradicionais” realizados por empresas independentes, era mais do que necessário para avaliar se as práticas fiscais e contábeis adotadas estavam de acordo com o previsto nas mais diversas legislações.

Com a instituição do SPED, as escriturações em versão 100% digital passaram a exigir novos modelos e métodos de conferência e avaliação que fossem capazes de “entender” as novas regras e o cruzamento das informações. Com essa nova demanda, surgiu a inteligência fiscal e tributária aliada à tecnologia que possibilitou automatizar grande parte do trabalho que antes era realizado de forma manual. No contexto atual, já não basta uma auditoria digital pura e simples. É necessário um trabalho complementar de inteligência humana para interpretar os resultados e comportamentos indicados pelas ferramentas de tecnologia em relação aos conceitos e cenários aplicáveis, de forma personalizada para cada empresa.

Por uma questão cultural, muitas empresas não têm essa visão de antecipação de inconsistências e possíveis inconformidades para identificar situações de exposição fiscal que podem resultar em multas de valores elevados. De nada adianta recorrer a esse trabalho apenas quando receber uma notificação ou auto de infração.

Auditoria
Auditoria

Com as recentes ações de fiscalização do Fisco, muito além do que prevenir autos de infração e multas, o trabalho preventivo de auditoria digital, permite que a empresa conheça melhor os seus processos, suas rotinas e contribui para melhoria das operações de negócio, de uma forma mais ampla e completa. O objetivo é elaborar um plano de ação estratégico para o compliance fiscal e tributário.

É possível fazer diversos tipos de cruzamentos, entre as escriturações digitais, inclusive para identificar oportunidades e benefícios fiscais. Existe a possibilidade de restituição de valores para a empresa, o que pode ser identificado em pagamentos indevidos.

O que pode ser encontrado em uma Auditoria?

Podem ser feitos cruzamentos para que sejam verificadas inconsistências que possam ser retificadas, bem como verificar toda legislação pertinente a cada item, produto ou serviço e avaliar se está com a NCM correta (se está desatualizado fazendo com que se pague mais impostos), o CST adequado, CFOP, entre outros, pois tudo isso pode influenciar na correta apropriação do crédito de alguns tributos (como é o caso do ICMS, do PIS e da COFINS).

Outras análises mais avançadas podem e devem ser feitas em relação ao Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultado no Exercício (DRE), entre outros, que são base na tomada de decisão estratégica da empresa, e de investidores nacionais e internacionais.

Se existia uma tendência de crescimento do uso da tecnologia em todos os segmentos por uma questão de diferenciação do serviço ou produto, após a pandemia da Covid-19 se transformou em uma prática constante.

A transformação Digital ocorre em todos os segmentos e é certo que aqueles que já vinham se preparando ou se adaptaram mais rápido terão grande vantagem competitiva nesta nova realidade.

Neste contexto, trazendo para a realidade da auditoria, duas mudanças significativas já haviam ocorrido frente à auditoria tradicional com foco em checklists e testes documentais para apontar os erros que ocorrem dentro dos processos em uma empresa.

A primeira grande mudança foi adotar a auditoria baseada em riscos e com viés mais consultivo, buscando agregar valor e auxiliar as organizações na melhoria de processos e gestão dos seus riscos para atingir objetivos estratégicos.

A segunda mudança significativa foi a inserção de ferramentas de análise de dados para que a avaliação da auditoria pudesse abranger mais quantidade de informações.

A atual onda de mudança na forma de executar a auditoria interna está na utilização de ferramentas de inovação como Machine Learning, RPA (Robotic Process Automation), que potencializam a análise de dados em grandes volumes e permitem a execução de testes e avaliações de forma mais assertiva.

Toda a análise crítica sob os resultados disponibilizados pelas ferramentas de inovação pode ser realizada de forma remota sem prejuízo para os resultados.

Outro ganho esperado com a velocidade nas análises de diversos processos dentro da organização e com um universo amostral expandido é a implementação da auditoria contínua, gerando um enorme volume de análises sobre os principais processos de uma organização e fornecendo informação sobre a exposição a riscos para a tomada de ações e decisões por parte dos gestores de maneira preventiva e estratégica.

Desta forma, a função de auditoria deve harmonizar bons profissionais, metodologia adequada e tecnologia que permita a transformação com base em inovação. Esta mudança permitirá que a função da auditoria nas empresas seja resolver problemas ao invés de simplesmente identificar onde eles estão. Este é o futuro da auditoria, tornando-a mais eficiente, adaptável e voltada à entrega de valor para as companhias.

ricardo-parada-perfil

Autor da Publicação: Ricardo Parada

Especialista Fiscal, conta com uma experiência de mais 25 anos atuando em empresas nacionais e multinacionais de grande porte. Participa dos projetos pilotos junto ao Fiscos Federais e Estaduais, representando os clientes da Alliance Consultoria.
Linkedin

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *